Boa noite

Olhos pesados, cabeça cansada. A familiar e desagradável sensação de que mais e melhor poderia ter sido feito – e que, assim, haverá ainda mais para se fazer no próximo dia. Junte isso ao pressentimento que, justamente por isso, os objetivos de amanhã também não serão alcançados. Não é uma boa forma de encerrar o dia, nem de se preparar o próximo. É a maneira real.

Mas há ainda aquela esperança meio desiludida, aquela convicção já meio fracassada de que junto ao novo dia virão, bem vindas e inexplicavelmente, forças renovadoras e a inspiração necessária. De que a fadiga e a falta de disciplina própria serão obstáculos terminantemente derrotados.

Até essa manhã vindoura, dourada, entretanto, que me consolem os cobertores e me acolha o travesseiro no seu compreensivo abraço. Venha o sono – nem tão merecido – dar trégua à mente e alimentar os sonhos de um tempo mais vivido e menos calculado.

Clique aqui para os créditos da imagem original.

Anúncios

Um comentário sobre “Boa noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s