Achados e perdidos

Image

Seu sorriso foi um achado. Vagueando os olhos por rostos estranhos eu o encontrei, radiante como uma moeda de ouro perdida na sarjeta. Detive-me por um momento, com grata surpresa; parei, olhei, virei seu sorriso em vários ângulos. Franco, solto, bonito de ver. Querido de ter. Bonito sorriso – tão bonito, que sei que você não o deu pra mim. Feliz fui eu por achá-lo. Mas não te preocupa, guardei ele bem seguro no meu bolso, para não o perder. Quem sabe a gente se esbarra de novo por aí qualquer dia desses, e eu não te devolvo?

_______________________

Procurei nas esquinas, nos rostos amigos, nas mesas de bar. Vasculhei as lembranças, folheei meus sonhos; mas não estava lá. Não encontrei no azul do céu, nem no canto dos passáros ao fim da tarde. Fiz piada, dei gargalhada – até chorar eu chorei. Cheguei ao cúmulo de pegar o telefone e discar seu número. Mas não encontrei, nem no macio da sua voz, nem no gosto bom de conversa fiada.

Esqueci onde coloquei, procurei e não achei. Acho que perdi.

Alguém aí viu a paz do meu sorriso?

Texto escrito hoje mais cedo, depois de ouvir a expressão “achados e perdidos” numa aula. A ideia era fazer um par de texto, um falando sobre coisas perdidas, e outro sobre coisas encontradas. Imagem original por Pendulum Photography do DevianArt.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s