A Caça-feitiços

“Ela fechou o livro de feitiços com um baque. Obviamente, ela não estava chegando a lugar nenhum”.

Percorreu a toca com o olhar mais uma vez, procurando qualquer coisa que tivesse passado desapercebida nas análises anteriores – o que era improvável. Ela fora treinada, muito bem treinada, para não deixar passar nada. Ainda assim… A caçadora apoiou o volume empoeirado contra o queixo e fechou os olhos, inspirando pesadamente. Talvez assim pudesse ver melhor. A resposta estava ali em algum lugar, ela quase podia sentir o cheiro. Mas onde? Soltou o ar pela boca sem pressa, esvaziando a mente. Deixou-a vagar entre as prateleiras quebradas, entrar nos frascos enegrecidos e se fundir com o conteúdo do caldeirão. Mas sem se prender em nada, sem buscar coisa alguma. E de repente, sentiu que era puxada para um ponto específico da toca com uma força inicialmente sutil, mas que rapidamente se tornou irresistível. O corpo se movia imperceptivelmente para frente e para trás, como num transe. Fosse uma mente mais fraca, ela estaria perdida. A caçadora sorriu e abriu os olhos com a determinação de uma fera. Fraca nunca foi a palavra certa para descrevê-la em qualquer aspecto.caça feitiços

Cruzou a toca com passos largos e decididos, enfiando a mão sem hesitar em um buraco oculto da parede. Precisou se esticar até que o braço inteiro estivesse lá dentro, sentindo patinhas desagradáveis passeando pela sua pele, mas finalmente encontrou o que precisava. Puxou para si um pedaço velho de tecido, tão ralo e tão gasto que parecia prestes a se desfazer entre seus dedos. Esticou-o cuidadosamente e o examinou contra a luz de uma vela que bruxelava sobre o crânio de um animal qualquer. Algumas marcas finas se destacaram, cintilando tão rapidamente e de maneira tão suave que poderia ter sido apenas uma impressão. Mas os olhos treinados captaram o suficiente. Estava sim, chegando a algum lugar. E cada vez mais, ela estava propensa a achar que esse lugar era o fim.

 

Para começar o desafio de um parágrafo por dia, escolhi essa frase do Better Prompts. Sei que fui um pouquinho além do estabelecido, mas antes mais do que menos, certo? Imagem aleatória só para ilustrar tirada daqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s