Um corpo frio na Lagoa Rodrigo de Freitas

Roberto sentou-se em frente à mesinha e começou a bater o relatório na máquina. Podia parecer ridículo, mas ele gostava do som das letras sendo impressas no papel. Na rotina interminável e mórbida do IML, aquele era o único ruído a perturbar o diálogo mudo dos corpos engavetados. O consolava.

Além do que, o computador estava quebrado.


João Corrêa do Nascimento, 29 anos, trabalhador informal (carregador de feira livre). Encontrado morto na Lagoa Rodrigo de Freitas às 03:47 da manhã do dia 17 de fevereiro de 2009 por Manuel Amâncio Pereira – 42 anos; caseiro; casado; CPF xx-xxx-xx. Causa da morte: coma alcoólico seguido de afogamento.

Roberto se deteve.

Releu a última sentença – pois era isso, uma sentença. Causa da morte: coma alcoólico seguido de afogamento. Seguido da pergunta que, acomodada no fundo da mente do legista, subia à superfície de tempos em tempos.

Será mesmo?

Levantou-se e caminhou a uma determinada gaveta a passos arrastados. Os mortos não tem pressa. A morte? Roberto pensava que ela apenas preferia não acumular serviço. Em certas semanas – como aquela, de carnaval – ele perguntava-se porque a morte era sempre tão pontual.

Mas a morte não tira férias.

Roberto também não.

Puxou a gaveta, o metal raspando contra as paredes de aço de forma zombeteira. Uma risada, baixa e irônica. Não pela primeira vez, o homem contemplou o rosto frio e paralisado do cadáver. Uma risada. A face dura, de cor cadavérica, tinha o aspecto de quem deixara a vida de forma repentina, e consciente. Roberto quase podia ver um sorriso pendurado nos lábios do homem morto, uma meia curva torta no canto esquerdo da boca, um rasgo sarcástico no rosto mórbido.

Uma risada, baixa e irônica.

Esse texto eu escrevi por volta de 10 de fevereiro de 2009, num exercício de português na oitava série. Não lembro precisamente, mas era algo como continuar o texto a partir de um parágrafo ou da situação, que no caso era o técnico do IML que fazia o relatório do corpo encontrado à beira da Lagoa.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s